Arquivo para a Categoria ‘Palestras’

Marcelo Yuka em palestra na OAB/JF

Considerado um dos artistas mais engajados de seu tempo, Marcelo Yuka, esteve em Juiz de Fora na última terça-feira (11/10), Dia da Pessoa com Deficiência Física, para participar de uma palestra na sede da OAB Subseção Juiz de Fora.

Apesar do tema central do evento ter sido a questão da acessibilidade, Yuka discutiu também, de maneira informal e descontraída, sobre arte, preconceito, violência, criminalização da pobreza e expôs suas experiências de vida. A jornalista e presidente da associação de atenção à pessoa com deficiência Somar Brasil, Thaís Altomar, foi quem conduziu a palestra e as perguntas feitas ao convidado.

Em uma de suas falas mais marcantes e aplaudidas, o compositor enfatizou que deficientes são os portadores de preconceito e que a deficiência mais custosa e maléfica para o nosso país é a deficiência de princípios. Neste sentido, Yuka destacou que, pior do que não ter leis é ter leis que não são cumpridas.

Segundo ele, buscar a acessibilidade não significa focar apenas em uma causa das pessoas com deficiência, já que um dia, todos precisarão de elementos facilitadores do dia a dia. “Lutar por uma sociedade mais justa não é lutar pelo próprio umbigo, mas lutar pelo umbigo do mundo” ressaltou.

Marcelo Yuka participa ativamente de projetos sociais desde os 16 anos de idade. Fundador e ex-baterista do grupo “O Rappa”, o artista sempre faz questão de levar ao público temas como a humanização das relações, a educação como meio de combate à violência e o amor como ferramenta da transformação social para as suas composições. Sua vida mudou completamente no dia 9 de novembro de 2000, quando, em uma tentativa de assalto, levou nove tiros, sendo que um atingiu a coluna vertebral, e ficou paraplégico, aos 34 anos de idade.

Segundo o presidente da OAB/JF, Wagner Parrot, a ideia de convidar Yuka para uma palestra surgiu após assistir uma entrevista em que o compositor contava a sua história. “Assisti a essa entrevista e fiquei impressionado com a forma inteligente, lúcida e ao mesmo tempo dolorida, que o Marcelo lida com a sua deficiência” afirmou.

Parrot acrescentou ainda que, entre os eventos produzidos pela Subseção, os mais empolgantes e interessantes para ele são os que englobam debates em relação à pessoas com deficiência e acessibilidade.

O evento foi organizado pela OAB Juiz de Fora em parceria com a Somar Brasil e teve como patrocinadores as empresas Victory Hotéis, Bacco Restaurante, Brazillians Tour e Caixa Econômica Federal.

(Fonte:OAB-JF)

Marcelo Yuka participa de palestra na OAB/JF no Dia da Pessoa com Deficiência Física

Os incompreendidos, de François Truffaut

Nessa quarta (20), o Cinemamm, do Museu de Arte Murilo Mendes, exibe um dos personagens mais famosos do cineasta francês François Truffaut, Antoine Doinel. Interpretado por Jean-Pierre Leaud, Antoine teve sua estreia nas telonas em 1959, no clássico Os incompreendidos.

Vencedor do prêmio de melhor diretor no Festival de Cannes, em 59, e indicado ao Oscar de Melhor Roteiro Original no mesmo ano, Os incompreendidos foi o primeiro longa-metragem de Truffaut. A fim de apresentar os filmes e pontuar a importância dessas obras e do próprio Truffaut, o projeto traz o professor e também cineasta Franco Groia, que irá discorrer um pouco mais sobre o cinema francês.

A entrada é gratuita e a mostra se encerra no dia 27, com a apresentação de O Último Metrô. As exibições e a palestra ocorrem no auditório do MAMM, localizado à Rua Benjamim Constant, número 790, Centro.

(Fonte:ZineCultural)

Cinemamm apresenta mostra sobre o cineasta François Truffaut

François Truffaut tem sua obra discutida em ciclo de exibições no Mamm

O projeto Cinemamm, do Museu de Arte Murilo Mendes (Mamm) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), inicia nesta quarta-feira, dia 13, um ciclo de exibições de filmes e palestras sobre a obra do cineasta francês e um dos fundadores do movimento Nouvelle Vague, François Truffaut. “A noite americana”, “Os incompreendidos”, “Antoine e Colette” e “O último metrô” são as produções que compõem a mostra.

As palestras serão realizadas pelos professores Fernando Fábio Fiorese, Franco Groia e pelo ator e diretor Marcos Marinho. A mostra acontece nos dias 13, 20 e 27 deste mês, às 19h30, no auditório do Mamm.

Confira a programação

– Dia 13: “A noite americana” (La nuit américaine) 115 min, de François Truffaut (1973)

Palestra de abertura com o professor Fernando Fábio Fiorese – Graduado em Comunicação Social pela UFJF, com mestrado e doutorado em Ciência da Literatura/Semiologia pela UFRJ. Atualmente é professor da Faculdade de Letras e do Programa de Pós-Graduação em Letras da UFJF

– Dia 20: “Os incompreendidos” (Les 400 coups) 93 min, de François Truffaut (1959)

“Antoine e Colette” (Antoine et Colette) 30 min, de François Truffaut (1962)

Palestra de abertura com Franco Groia – Graduado em Comunicação Social pela UFJF, é cineasta e professor do curso de Produção Audiovisual na Universo de Juiz de Fora. Especializou-se em Globalização, Mídia e Cidadania (UFJF) e trabalha com projetos audiovisuais e publicidade

– Dia 27: “O último metrô” (Le dernier metró) 127 min, de François Truffaut (1980)

Palestra de abertura com Marcos Marinho – Artista múltiplo de Juiz de Fora. Ator e diretor teatral, também tem atuação como figurinista, assistente e roteirista. Marinho canta, dança, desenha e escreve. Foi ele quem idealizou, e hoje coordena, o Espaço Mezcla na cidade

O Mamm fica localizado na Rua Benjamin Constant 790, Centro.

Outras informações:
(32) 2102-3964 (Pró-reitoria de Cultura)
(32) 3229-7622 (Mamm)

(Fonte:SECOM-UFJF)

Para cima

Bem-vindo!!

Este é o site oficial de Franco Groia. Mineiro de Juiz de Fora, Groia é cineasta e professor da Universidade Salgado de Oliveira. Bacharel em Comunicação Social pela UFJF, especializou-se em Globalização, Mídia e Cidadania (UFJF) e trabalha com projetos audiovisuais e publiciade, atuando nas áreas de formação, criação, produção e direção. Além de diretor e produtor de cinema e tv, desenvolve novas aplicações da imagem em movimento com as artes visuais.